Faço as coisas por empolgação e no outro dia, sei lá. Sou dessas pessoas que ficam procurando as canções no rádio até achar um clássico, algo perfeito para aquele horário do dia. A música acaba e eu troco de estação.
Gabito Nunes.
"Primeiramente se ame. Goste do seu corpo, da sua voz e do seu jeitinho. Aceite a mania que você tem de se apegar ou se desapegar. Goste do seu cabelo seja ele ondulado, crespo, liso, enrolado… Fique contente ao se vestir, pois você se veste para si mesmo; para se agradar. Goste do seu andar e do seu falar. Seja sua voz fina, grossa, roca, ou de qualquer outra maneira.Goste do seu andar seja ele torto, reto, apressado ou lento. Ame o seu peso, e caso não se contente, se esforce até gostar. Se contente com sua altura. Se contente com você e com o seu eu. Se contente com seus jeitos e manias.Goste do seu sorriso, pode ser tortinho, amareladinho, mas sorrir faz parte da felicidade. Goste da maneira como gesticula ou como pega gírias rapidamente. Goste de sua mania de sentir. Goste da sua maneira de demonstrar ou não o amor. Goste de você. Ame a si mesmo. Ame. Ame mesmo. Se namora, para depois pensar em amar outro alguém.”
Alugue Felicidade, Se namora.   
"Sou como um livro, daqueles bem grandes, velhos e principalmente cheios de marcas, que poucos conseguem e querem ler até o final. Fui feito para poucos.”
— Incorpora.  

Te transbordar 

Sem me esvaziar 

"Eu sei que sou insegura, mas sempre vou sentir esse medo de você sair por ai e encontrar alguém melhor do que eu.”
— Gabriela Santos, convalescida.  
"Ele era convencido, mas, sempre ajudava alguém que precisasse. Ele tinha aquele ar de superioridade, mas, as palavras gentis e doceis diziam o contrário. Ele me irritava, melhor, me estressava. Sua presença me atiçava os desejos mais estranhos e obscuros. Meu corpo estremecia com cada toque dele, meu coração gritava por ele. E eu sempre fiz o possível para esconder isso.”
Londres, 1935. 
"Você fode comigo. E sabe o que é pior? Que você só fode meu psicológico e nada mais.”
— Nunca foi amor, era mais tesão. 
"O que as pessoas não entendem é que eu escrevo sobre o que sinto. E o mais perto que eu cheguei de sentir alguma coisa foi com você. Só que ninguém entende o fato deu estar preso no tempo. Porque ou eu paro de escrever ou escrevo sobre você. Porque eles não entendem, mas todos sabem que a primavera vira outono e eu permaneço aqui. O sentimento permanece, os meus textos, as músicas que escutávamos juntos. Tudo parece tão igual e só eu percebo. Só eu sinto, amo e escrevo. Confesso que também não entendo, mas continuo te escrevendo, te amando.”
Querido John.  
"Quase sempre me bate aquela vontade de te mandar uma mensagem dizendo o quanto você me faz falta. Mas depois desisto, porque sei que irá me ignorar, igual tantas outras vezes. Então prefiro sofrer com a sua ausência do que com o seu desprezo.”
Marcello Henrique. 
"Eu sou assim mesmo, uma mistura de milagre com desastre. Amando tudo que posso, sendo amado por nada que quero. Vivendo de esperas, esperando a vida me dar o sorriso que mereço.”
Caio Augusto Leite.  
"Cuidado com os amores passageiros. Eles costumam deixar marcas dolorosas que não passam.”
Padre Fábio de Melo.
"Eu não acho que seja possível preencher um espaço vazio com aquilo que você perdeu. Não acho que nossos pedaços perdidos caibam mais dentro da gente depois que eles se perdem. Agora foi a minha ficha que caiu: se eu de alguma forma a tivesse de volta, ela não encheria o buraco que a perda dela deixou.”
O Teorema Katherine.
"E que eu quero ouvir da sua boca que você é louca por mim, como eu sou por você.”
Jorge & Mateus.
"Sou impulsiva, dramática, exagerada, mas vivo com intensidade. Tenho paixão pelas coisas. E pelas pessoas. Sou movida pelo que sinto, pelo que vem de dentro, pelo meu coração. A razão? Que se exploda! Posso me dar mal, mas prefiro agir com o que vem lá do fundinho.”
Clarissa Corrêa.   
©